Prime Contabilidade

Você sabe quais são as principais mudanças com a implantação do eSocial?

Você sabe quais são as principais mudanças com a implantação do eSocial?

O Governo Federal, a partir da criação e implantação do eSocial, continua na caminhada para unificação do envio das informações pelas empresas. No caso específico do eSocial, as informações possuem características, que são específicas dos empregados. Algumas empresas, até então, estavam isentas do envio de tais informações, o que se torna algo novo para elas e demandará mudanças estruturais por parte dos donos dos negócios para a total adequação ao eSocial.

Além das adequações, testes prévios de comunicação entre as empresas e os sistemas governamentais devem ser previamente realizados para atestar que tudo ocorrerá da maneira correta, quando os envios começarem. O Governo Federal já realizou a divulgação do calendário para a implementação do eSocial com o objetivo de guiar os gestores para a preparação de suas estruturas, além de definir prazos específicos para o início do envio das informações. Embora o tempo pareça relativamente grande, não é exatamente este o raciocínio que os gestores devem ter com relação ao eSocial e às mudanças que eles vão gerar para as rotinas das empresas. Confira, no post de hoje, quais são as principais mudanças com a implantação do eSocial. Acompanhe:

Preparação prévia para implantação do eSocial

Diversos documentos que, atualmente, são enviados para o governo serão substituídos integralmente pelo eSocial. É o caso, por exemplo, da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) e os documentos formais relativos a registros do empregado e de folha de pagamento, que passarão a ser gerados eletronicamente via eSocial diretamente para o governo.

O primeiro passo que deve ser dado pelos empresários e gestores é a qualificação cadastral, que é realizada com a validação e eventuais correções dos dados dos empregados. Estes dados são CPF e PIS/PASEP de todos os funcionários de uma empresa. Depois disto, os setores responsáveis pelos Recursos Humanos das empresas deverão trabalhar em conjunto com os setores de Tecnologia da Informação para deixarem as bases de dados totalmente integradas para a futura validação junto aos órgãos governamentais, no momento da realização dos testes prévios.

Informações a serem enviadas com a utilização do eSocial

Como consequência das mudanças nas rotinas das empresas, as informações de registro dos funcionários, juntamente com os dados pessoais deles, devem ser enviadas, como: 13º salário; férias; valores de remuneração e as eventuais verbas que a compõem; afastamentos e os períodos em que eles ocorreram; estabilidades concedidas e os motivos de concessão delas; afastamentos de trabalho; os recolhimentos de contribuições previdenciárias relacionados aos empregados; quaisquer retenções de valores; exames médicos realizados pelos funcionários, que sejam encaminhados por eles para as empresas; entre outros dados.

É claro que, além do setor de TI, a área, que está envolvida, é a Recursos Humanos e, a partir de 2016, os responsáveis por ele terão um encargo adicional que é o efetivo gerenciamento do eSocial.

Gostou do conteúdo? Suas dúvidas foram esclarecidas sobre as principais mudanças com a implantação do Esocial? Entre em contato conosco ou deixe o seu comentário aqui!

Tem dúvidas sobre contabilidade?

Prime Contabilidade

63 3028-3477

205 Sul, Av. LO 05, Lote 30-A, Palmas - Tocantins